Programa de estágios reativar

Programa de Estágios ReativarO Programa de estágios reativar deve avançar ainda no primeiro trimestre de 2015. Destina-se aos desempregados de longa duração com mais de 30 anos. A intenção do governo é reintegrar os desempregados de longa duração no mercado de trabalho ou ajudá-los a enveredar por outra área profissional. A remuneração será maioritariamente suportada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Programa de estágios reativar

O programa de estágios reativar “tem como finalidade a ativação e reconversão dos desempregados de longa duração e de muita longa duração, propiciando um contacto com o mercado de trabalho, em contexto de formação e com a aquisição de competências enquadradas por um plano de estágio, visando o efetivo reingresso no mercado de trabalho”.

Estes estágios profissionais destinam-se a desempregados inscritos há pelo menos 12 meses nos centros de emprego e que nunca tenham sido abrangidos por uma medida ativa de emprego deste género.

O programa de estágios reativar foram concebidos a pensar nos desempregados de longa duração com mais de 30 anos e independentemente das suas qualificações, ao contrário do que acontece com os atuais estágios profissionais.

Requisitos do programa de estágios reativar

  • Ter, pelo menos, 31 anos;
  • Estar inscrito no IEFP há, pelo menos, 12 meses;
  • Nunca ter frequentado qualquer estágio ao abrigo do IEFP;
  • Residir em Portugal ou no estrangeiro, mas estando de regresso a terras lusas.

Quem pode promover?

Podem integrar desempregados através do programa de estágios reativar empresas ou instituições privadas sem fins lucrativos. Mas os três anos anteriores à candidatura serão analisados ao pormenor no que toca à empregabilidade da empresa.

Qual a duração dos estágios?

No programa de estágios reativar os estágios deverão ter a duração de seis meses.

Quanto receberão os estagiários?

Embora a obtenção de uma qualificação não seja determinante para a realização do estágio, o valor da bolsa de estágio a receber depende do nível de qualificação de cada estagiário. Deverão receber entre os 419,22 euros e os 691,70 euros.

A esta bolsa mensal deverão somar o subsídio de alimentação e o subsídio de transporte ou pagamento das deslocações (quando a entidade promotora do estágio não assegure o transporte).

O que ganha a entidade promotora?

Quem integrar na sua empresa um estagiário ao abrigo do programa de estágios reativar pagará apenas uma parte destas despesas, já que o IEFP comparticipa entre 65% a 95% a bolsa de estágio a atribuir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ Entrar no Site! ]