Preço da energia vai subir mais à noite

Preço da energia vai subir mais à noiteO preço da energia vai subir mais à noite. Nas tarifas já aprovadas para 2015, o conselho tarifário denuncia ainda uma subida muito acentuada do custo da energia nas horas e vazio (noite) quando se verificam menores consumos e que afeta mais os consumidores que têm tarifas bi-horárias e tri-horárias e empresas que fazem uso intensivo da eletricidade.

Segundo o Conselho Tarifário da ERSE, o aumento médio anual, no período de 1999 a 2015, situado entre os 10,3 e 5,6%, dependendo do nível de tensão, tem um impacto elevado sobre todos os consumidores, uma vez que não é possível atingir metas de eficiência energética que acompanhem e anulem os impactos dos aumentos verificados.

Considerando o “cenário de inflação esperada de 1%, estes são aumentos reais de custo. Aumentos desta magnitude poderão ter impactos muito nocivos nos consumidores, quer domésticos quer industriais, e poderão, a curto prazo, tomar o preço da eletricidade proibitivo para um grande número de consumidores e levar à perda de competitividade das empresas que utilizam intensamente energia elétrica nos seus processos produtivos. Pode ainda continuar a retrair o crescimento do consumo com efeitos indesejáveis na integração dos custos e consequentes novos incrementos das tarifas.

Preço da energia vai subir mais à noite – Bi-horária não compensa

Depois de sabermos que o preço da energia vai subir à noite será que a tarifa Bi-horária compensa?

A resposta é claramente, NÃO. Se as tarifas bi-horário já pouco compensavam, apenas para aqueles cliente que consumiam mais de 35% da sua energia em período de vazio, agora vão mesmo deixar de compensar, para os cliente domésticos. Mesmo para quem consome mais de 35% de  energia em período de vazio apenas em alguns tarifários é compensatório, veja uma análise sobre esta questão no artigo sobre o tarifário de energia mais barato para 2015.

Não se deixe iludir pela tarifa Bi-horária, os fornecedores de energia apenas tentam achar uma formar de ganhar mais e ludibriar o consumidor.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ Entrar no Site! ]